AMA na SemanARQ 2014

Nessa semana aconteceu a XV SemanARQ e o AMA ofereceu a sua oficina: “Hortas Urbanas”.

Agora a Arquitetura tem uma horta logo ao lado do Pavilhinho. Confira algumas fotos do resultado:

Veja mais fotos da horta e da SemanARQ nos álbuns do CALA no Facebook.

SemanARQ 2014: Em Construção

SemanARQ 2014Na Semana Acadêmica de Arquitetura de 2014, vamos investigar as relações teórico-práticas no curso de Arquitetura e Urbanismo. Estamos EM CONSTRUÇÃO.

A busca por uma experiência transformadora é o ponto de foco da SemanARQ 2014, que ocorrerá entre 20 e 24 de outubro. Dando continuidade às discussões curriculares que acontecem há dois anos na Arquitetura UFSC, os estudantes propõem a SemanARQ como forma de colocar em prática o pensar do canteiro experimental como produção do conhecimento e gerador de problemas do projeto, através do auxílio dos nossos professores e de convidados; obter impulso nas nossas indagações coletivas durante as mesas de debate; despertar a curiosidade através de novas técnicas e conhecimentos nas oficinas e mini cursos; e transpassar os limites do nosso prédio ao vivenciar a Ilha e seus contrastes e perceber como podemos atuar de fato nas demandas da sociedade.

Saiba mais sobre cada evento na página da SemanARQ no Facebook e no blog do CALA.

AMA na SemanARQ

O AMA oferece a oficina de Hortas Urbanas na terça, quarta e quinta-feira, as 14h. Faremos com os participantes a recuperação do espaço do antigo auditório da Arquitetura com uma Horta Urbana. A participação é livre, e recomendamos levar protetor solar, luvas, chapéu e repelente.

Oficina do AMA

SemanARQ 2013: Desenho e Desígnio

Cartaz SemanARQ

A Semana Acadêmica de Arquitetura desse ano propõe uma reflexão sobre o nosso próprio curso, currículo e espaço físico, questões ligadas ao ensino e formação do Arquiteto no Brasil.

A SemanARQ 2013 ocorrerá entre 07 e 11 de outubro. É um momento de experimentar, descobrir, discutir e compartilhar. É um espaço onde podemos mostrar a escola que queremos.

Os eventos incluem painéis com mesa-redonda e debates, palestras, maratona de projeto, oficinas, minicursos e vivências, além da 2ª MAU (Mostra de Arquitetura e Urbanismo) que acontece paralelamente.

Saiba mais sobre cada evento no blog ou no Facebook do CALA.

AMA na SemanARQ

Além da participação separada de vários dos nossos membros nas atividades da SemanARQ, o AMA oferecerá a oficina do “Espiral de Ervas” na quarta-feira, as 9h. Faremos com os participantes um canteiro pra pequenas ervas e temperos, com tijolos e materiais orgânicos.

Espiral de Ervas

Maratona de Projeto Parque Cultural das 3 Pontas

Maratona de Projeto - Ponta do CoralO Ateliê Modelo de Arquitetura – AMA e o Centro Acadêmico Livre de Arquitetura – CALA da Universidade Federal de Santa Catarina convidam a todos para a Maratona de Projeto do Parque Cultural das 3 Pontas.

A Maratona de Projeto do Parque Cultural das 3 Pontas é uma ação do AMA e do Movimento Ponta do Coral 100% Pública e Parque Cultural das Três Pontas que irá selecionar projetos que revelem a beleza e reforcem a necessidade de se defender a Ponta do Coral como uma área de proteção 100% pública e livre de intervenções descaracterizantes. A Chamada se estende para estudantes, bem como coletivos artísticos, de qualquer nacionalidade, independente do nível de conhecimento ou da profissionalização, a fim de valorizar a pluralidade de olhares e criar um projeto paisagístico interdisciplinar da Ponta do Coral. A Chamada acontece de 25/08/12 a 26/08/12, para que no dia 26/08/12 seja divulgado o resultado. Os projetos selecionados participarão de uma exposição itinerante.

Estaremos recebendo as inscrições até o dia 24/08 através do e-mail: ufscama@gmail.com.

Para se inscrever basta enviar nome completo e número de matrícula ou entidade, para o e-mail, as equipes serão montadas no dia do evento, seguindo o modelo de Maratona de Projeto. 

Proposta da oficina:

A proposta da oficina é de promover um projeto interdisciplinar junto à comunidade, para que ideias e desejos sejam transformados em um desenho concreto para o Parque Cultural das 3 Pontas. O Parque Cultural das 3 Pontas é composto pela Ponta do Coral, Ponta do Lessa e Ponta do Goulart.  

Regras:

As equipes deverão ter membros de pelo menos dois cursos diferentes e no mínimo quatro pessoas. A área de intervenção é compreendida pelas 3 pontas: Ponta do  Coral, Ponta do Lessa e Ponta do Goulart que devem seguir as diretrizes:

Diretrizes gerais do Parque Cultural das 3 Pontas:

Infraestrutura e equipamentos públicos como praças, quiosques, mirantes, observatório, decks, parques infantis, praça para feiras, aquário municipal, entreposto de frutos do mar, duchas e banheiros públicos, academias publicas, ao ar livre, teatro de arena, jardins, bicicletários, via gastronômica.

Geração de trabalho e renda para a população e a economia local, nos setores da pesca artesanal e aquicultura, gastronomia, artesanato, lazer, turismo ecológico, histórico e cultural. Criação de rota de ostras. Capacitação da população local para gerenciamento do parque. Oficinas de pesca e fabricação de tarrafas, mostra de carpintaria naval e outros artesanatos com a implantação de ateliês.

Divulgar e difundir os valores da cultura ilhéu utilizando elementos como: rancho com embarcações típicas, produção e venda de produtos tradicionais, construção de canoas de garapuvu, passeios em embarcações típicas açorianas.

Atividades de educação ambiental para despertar a consciência sobre o meio ambiente. Utilizar mecanismos educacionais, como painéis ilustrando indivíduos da fauna e flora do mangue, mar e costões. Passeios de barco e trilhas ecológicas. Monitoramento ambiental da área, pesquisas científicas sobre a geo-biodiversidade local. Reflorestamento e ajardinamento paisagístico com espécies nativas.

Promover a integração do entorno urbano ao Parque Cultural das Três Pontas. Criar uma rede de mobilidade e acessibilidade entre as três pontas, e nos canais e rios do manguezal e a inserção destas na malha urbana de Florianópolis. Tratamentos das pavimentações apropriadas de integração e revitalização da orla. Construção de passarelas sobre vias, passeios, decks, ciclovias e caminhos, garantindo o acesso às áreas, bem como a desprivatização do acesso a orla da Baía Norte.

Diretrizes específicas de cada Ponta:

Ponta do Coral:

O Projeto do Parque Cultural das 3 Pontas prevê usos públicos e espaços de convívio, garantidos com o retorno do zoneamento para Área Verde de Lazer (AVL). A posição da Ponta do Coral é estratégica para a atividade da pesca artesanal.

Ponta do Lessa:

Atribuição de usos culturais e tradicionais, buscando o zoneamento como Área de Proteção Cultural (APC),

Garantia da conservação dos sítios arqueológicos, integrando a comunidade local ao Programa de Visitação e ressaltando a importância da pesca artesanal e dos usos tradicionais da região.

Ponta do Goulart:

A Ponta do Goulart configura uma elevação entre dois manguezais, o Parque Municipal do Manguezal do Itacorubi e Estação Ecológica Carijós, sendo assim Zona de Amortecimento e grande refugio da rica avifauna local.

Sua riqueza ecológica e cultural justifica a necessidade de conservação da área que tem grande potencial para atividades de lazer monitoradas, apoiadas no conceito de Condução Ambiental e Cultural por trilhas que levam às suas 8 praias, além de passeios ecológicos embarcados.

O projeto deve conter:

No mínimo quatro pranchas em formato A2 contendo um memorial descritivo com o desenvolvimento do conceito do projeto, assim como cada ponta terá que ter no mínimo uma prancha contendo seu projeto  paisagístico.

Programação:

25 de agosto

10:00 | Apresentação da área de intervenção

13:30 | Visita à área de intervenção

15:30 | Início da Maratona

26 de agosto

16:00 | Entrega do projeto

18:00 | Premiação e coquetel de encerramento